terça-feira, 16 de junho de 2015

Dos grandes e redondos falhanços #03


Há algum tempo que ando a prometer falar deste (enorme) falhanço, da tentativa de fazer um semifrio babyfriendly. Desenganem-se os olhinhos por esta bonita imagem do resultado final, porque na verdade não ficou grande coisa.

A minha ideia era simples: uma base, a parte do meio com leite vegetal e agar-agar, e a cobertura com fruta triturada. Simples, não é? O que podia correr mal? Pois, simplesmente há certos ingredientes que não combinam, e não, e temos que nos render a isso. 

Comecei por fazer um leite de côco, receita que vi um dia destes na internet. Só precisava de água (check) e côco ralado (check) e mãos à obra.




Logo aqui a coisa não correu bem. O leite ficou com um aspecto maravilhoso, mas assim que meti uma garrafinha à boca, valha-me Deus, que coisa intragável. Dei o benefício da dúvida e continuei com a experiência, podia ser que o leite misturado com tudo o resto até fosse tolerável. 

Passei para a base, que foi em grande parte inventada. Precisava que ficasse crua, então usei ingredientes que pudesse comer ao natural: côco ralado, amêndoa moída, flocos de aveia e applesauce.



Provei, não me pareceu mal, e por isso continuei.

Passei para a camada do meio em que juntei o leite de côco que fiz anteriormente, com o agar-agar, mais ou menos como fiz aqui.


Coloquei no frigorífico para solidificar (bastaram 5 minutos). E triturei uma manga para colocar por cima.


Já vos falei como côco e manga é uma daquelas combinações clássicas que sai sempre bem. Por isso estava bastante confiante no resultado final.


O aspecto prometia. Comi uma grafada e não me convenceu. Ofereci à T. para aprovação das suas exigentes papilas gustativas, mas concluí que ela deve ter uma enorme tolerância no paladar, pois come quase tudo que lhe ponho à frente. Este falhanço não foi excepção.




Eu voltei a experimentar e não consigo perceber porque a T. comeu quase tudo. Não gostei, não ficou como imaginei, não acho que seja receita digna de ir para a lista de receitas Na Cadeira da Papa. Declaro esta experiência um verdadeiro falhanço!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.