quarta-feira, 15 de julho de 2015

Açorda de frango [desde os 7 meses]


Recebo muitos mails e mensagens (já vos disse que adoro receber e responder aos vossos mails e mensagens?) a perguntarem como fiz a transição dos purés de legumes e purés de legumes com carne, para comida mais sólida. Expliquei um bocadinho desse processo aqui, mas acredito que passe despercebido a alguns leitores. 

Depois dos purés de legumes e dos purés de legumes com carne, que iniciámos aos 6 meses, a pediatra falou nas açordas e farinhas-de-pau, a começar por volta dos 7 meses. No início fiz tudo passadinho como se fosse a sopa, mas pela consistência da açorda e da farinha-de-pau (um pouco mais "gelatinosa") as miúdas começaram a ter outro tipo de movimentos com a boca. Parece, e não tenho provas científicas quanto a isto, que aquelas comidas as faziam mastigar. Foi igual com as duas, nenhuma delas mastigava antes de iniciar a açorda e a farinha-de-pau. Gradualmente fui deixando de passar, comecei só a esmagar e um mês depois já me aventurava com arroz e massinhas, muito cozidas, e frutas aos cubinhos bem molinhas (manga, papaia, pêra madura, banana). 

Sei que as açordas são conhecidas por serem de peixe ou de marisco, ou simplesmente com ovo. Mas eu fazia com carne, até porque só introduzi o peixe um pouco depois (não gosto de introduzir muitas coisas ao mesmo tempo). Também, no início, fazia pão sem sal especificamente para as açordas das meninas (congelava em porções), enquanto faziam dias alternados de açorda e farinha-de-pau. Quando passei a dar arroz e massinha também, e a açorda passou a ter menos frequência, usava meio pão dos nossos. Sei que contém sal, mas acontecia uma vez por semana, às vezes nem isso. 

Assim, deixo-vos a receita de uma das primeiras comidinhas que fiz para as meninas, quando completaram 7 meses. Ainda hoje faço para a T. e ainda hoje ela adora! Também podem ver a farinha-de-pau com carne que fiz mesmo no início do blog.

Açorda de frango [desde os 7 meses]
(para 3-4 doses)




1 curgete
1 chávena de abóbora aos cubos
1 alho-francês pequenino
4-5 folhas de couve coração (picadas)
80-90gr de frango (ou a quantidade que o profissional de saúde assistente recomendar)

30-40gr de pão de trigo (de preferência sem sal) - mais ou menos meia carcaça
1 colher de chá de azeite virgem-extra

Começar por fazer um caldo, com os legumes e o frango. Deixar cozer por 20-25 minutos, com água a cobrir os legumes, tanto na panela como no robot de cozinha. Quando estiver pronto dividir pelas doses.




Colocar uma das doses num tachinho e quando estiver a ferver, juntar o pão aos pedaços.




Deixar o pão ensopar bem o caldo, até a côdea ficar completamente mole. 



No caso de bebés muito pequeninos, passar com a varinha-mágica até obter uma papa. Para bebés mais crescidos, basta desfazer parcialmente os legumes, ou esmagar com a colher de pau. Tirar do lume, juntar a colher de azeite e servir.



(eu sei que nunca acabo um post só com uma foto e escrevo sempre qualquer coisa a seguir... pronto! :D )

5 comentários:

  1. O meu pequeno detesta alho francês...alguma sugestão de outro legume para substituir?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cebola, ou um dentinho de alho pequenino :)

      Eliminar
  2. Obrigada!! Vou experimentar hoje ao jantar!

    ResponderEliminar
  3. Ola Obrigada pelo Blog, receitas dicas etc.!! Onde se arranja pão sem sal?? Quero começar as açordas sem sal e gostei mt desta receita mas nao sei onde arranjar o pão.. Ha em algum supermercado? obrigada!
    '

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fazia o pão sem sal para elas. Depois congelava já cortado em doses.

      Eliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.