segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

O nosso meatless dinner #04


Hoje, como todas as segundas-feiras de há umas semanas para cá, foi segunda-feira sem carne. Andei nos últimos dias a ver blogs, páginas de facebook, e esbarrei com três casseroles que me atraíram bastante.

Uma casserole de quinoa e brócolos







A questão não estava que casserole iria fazer - já agora, à falta de melhor tradução que "ensopado" vou continuar a dizer casserole - mas sim como seria a minha própria casserole

Decidi que a base seria de cuscuz, que já não comíamos há uns tempos. Depois os brócolos, o pesto (que gosto muito) e os tomatinhos cherry para a L. 

(perdoem-me os leitores robóticos, mas tinha o meu robot ocupado com sopas, muitas sopas, fiz este prato no velho amigo fogão)



Casserole de cuscuz, brócolos e tomate [desde os 12 meses]
(para 4 porções de adulto)

1 cabeça de brócolos
1 1/2 - 2 chávenas de caldo de legumes (ou usar a água de cozedura dos brócolos ou água apenas)
2 colheres de sopa de pesto*
1/2 chávena de cuscuz
8-10 tomatinhos cereja
queijo mozzarella ralado para polvilhar

Pré-aquecer o forno a 180º. Cozer os brócolos em água temperada de sal, até ficarem tenros, mas não muito cozidos. Retirar os brócolos da água e reservar. Ferver o caldo de legumes, ou a água de cozer os brócolos, ou simplesmente água e dissolver o pesto. Colocar o cuscuz num tabuleiro de ir ao forno e verter a mistura de caldo e pesto sobre o cuscuz. Tapar o tabuleiro com papel de alumíno e deixar repousar. 

Dar banho a uma das miúdas...

Destapar o tabuleiro, dispor os brócolos por cima do cuscuz, os tomatinhos cereja e por fim o queijo mozzarella. Levar ao forno até o queijo derreter e dourar.

Enquanto isso, dar banho à outra miúda...






A L. gostou muito, apesar de no final me pedir para da próxima fazer com "massinha" a sério - eu digo-lhe que o cuscuz é parecido à "massinha" que ela tanto gosta, mas ela não morde o isco. Eu admito que comi demais, mas vou repetir esta casserole. Um sucesso! 



*o pesto pode fazer a seu gosto. O meu preferido é com espinafres, nozes, alho, parmesão e azeite. Pode criar o pesto que lhe der mais jeito. Uma folha verde, um fruto seco, alho, queijo e azeite. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.