segunda-feira, 19 de outubro de 2015

O nosso meatless dinner #30 (mais meu que outra coisa)


Hoje o jantar foi só para mim. Não sei o que lhes fizeram na escola, mas elas vinham de rastos, só me pediam para ir para a cama (a T. assim no meio de gritos e muito choro, para se fazer entender com clareza) e ficaram-se pela sopa e a fruta. Ainda provaram um pouco da minha casserole, mas o cansaço era mais forte que a fome. 

No sentido que interessa, vi esta casserole há uns dias e guardei a página da receita. Achei que tinha tudo para ser deliciosa e não me enganei. Tirei-lhe o queijo que achei que era demais, e prometo-vos que não faz falta nenhuma. Sou tão fã das casseroles como sou das one-pot pastas. O que importa é que o jantar se faça sozinho, que fique delicioso e dê pouco trabalho! É o meu lema, em dias mais... compridos...


Casserole de quinoa a feijão preto [desde os 12 meses]
(para 4-5 pessoas)

1/2 chávena de quinoa (para cozer em 1 chávena de água)
250gr de feijão preto cozido (mais ou menos uma lata de feijão, ou cozido em casa)
3 colheres de sopa de azeite
1 cebola (picada)
2 dentes de alho (picados)
1/2 pimento verde (aos cubinhos)
1/2 pimento vermelho (aos cubinhos)
1/2 pimento amarelo (aos cubinhos)
150gr de milho doce (de lata ou congelado)
200ml de natas vegetais (usei de soja)
pão ralado para polvilhar (usei tosta de centeio ralada)
sal, pimenta, cominhos q.b.


Pré-aquecer o forno a 180º.
Começar por cozer a quinoa. Lavar bem a quinoa em água corrente e colocar num tacho com 1 chávena de água a ferver. Quando levantar fervura temperar, tapar, colocar no mínimo e deixar cozer por 10 minutos (como vai ao forno, convém reduzir o tempo de cozedura aqui).
Enquanto a quinoa coze, colocar numa frigideira o azeite, a cebola e os alhos. Deixar a cebola amolecer, sem fritar. Juntar os pimentos e o milho, temperar de sal, pimenta e cominhos a gosto e deixar saltear ligeiramente. 
Num tabuleiro de ir ao forno colocar a quinoa cozida, o feijão cozido, e o salteado de pimentos. Envolver.
Juntar as natas vegetais e envolver mais uma vez.
Por fim, polvilhar com o pão ralado e levar ao forno por 20-30 minutos (até ficar tostado por cima).

Enquanto isso, pode-se ir dando os banhos às miúdas...








Eu achei delicioso! O milho contrasta extremamente bem com o amargo do pimento. O equilíbrio de sabores é perfeito.



Eu comi e repeti. Sou suspeita por ter sido eu a confeccionar, mas já sabem que podem acreditar em mim: quando corre mal, rotulo como um falhanço. Este não é o caso.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.